Com a nova regra eleitoral, que passa a valer a partir da próxima eleição para vereador e prefeito, serão eleitos os candidatos mais votados, pondo fim ao que se chama de “efeito Tiririca”, quando um candidato bom de voto, acaba puxando outros candidatos de sua coligação.A partir de 2020 não serão mais permitidas coligações para eleição de deados e vereadores. Ou seja: cada partido vai ter de se virar sozinho.A partir de agora terão dois caminhos: ou mudam de sigla ou fortalecem seus partidos para alcançar o coeficiente eleitoral.Alguns dos que aí estão,certamente não alcançariam o mandato,se a regra já estivesse valendo nas eleições passadas!
A máxima de que a vontade popular não condiz com o resultado das eleições caminha para o fim, uma vez que o Senado Federal, aprovou  (03-10-2017) em dois turnos, a Proposta de Emenda a Constituição (PEC) que acaba com as coligações proporcionais a partir de 2020.