Criada em 1911 pelos missionários suecos, Daniel Berg e Gunnar Vingren, em Belém (PA), a Igreja Evangélica Assembleia de Deus no Brasil completa hoje, 18 de junho, 109 anos de fundação.

Considerada a maior denominação evangélica do país – segundo o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) – neste ano, a instituição não vai comemorar o aniversário com grandes celebrações, devido à pandemia do novo coronavírus.

A atitude obedece ao decreto municipal n 49.373/20, que proíbe aglomeração de pessoas em locais fechados. Mas, isso não impede o avanço da igreja! A instituição centenária, que já superou inúmeras adversidades ao longo do tempo, agora, se reinventa, e continua a levar aos povos as boas- novas de salvação.

E superação foi o que não faltou a Daniel Berg e Gunnar Vingren, quando pisaram em terras brasileiras pela primeira vez, em 19 de novembro de 1910. Suas primeiras reuniões evangelísticas foram com os irmãos das Igrejas Batistas. Mas, como traziam na bagagem a doutrina pentecostal com a evidência do falar em línguas, a mesma descrita no capítulo dois do livro dos Atos dos Apóstolos, eles acabaram dando início ao movimento que alterou profundamente o perfil religioso e social do país. Em seus sermões os missionários anunciavam Jesus Cristo como único e suficiente Salvador da humanidade, o batismo no Espírito Santo e os dons espirituais. É neste contexto, surge a Assembleia de Deus no Brasil.

O trabalho apostólico que começou com 13 pessoas no norte do Brasil, no início do século XX, se multiplicou ao longo dos anos e se instalou em praticamente todas as cidades do país. De acordo com o Censo 2010, a Igreja Assembleia de Deus já alcançou 12 milhões de fiéis. O censo também apontou, na época, o estado de Rondônia como o maior em número de evangélicos no Brasil. São 528 mil cristãos, quase 34% da população. Destes, 177 mil se declararam membros da Assembleia de Deus.

Já em Vilhena, a denominação é liderada há 11 anos pelo pastor presidente Ary Paulo da Silva. Com 4.601 membros e centenas de congregados – uma sede e 32 congregações – mesmo diante do cenário de crise mundial, a Assembleia de Deus (IEADVIL) não deixou de prestar serviço à sociedade. Há três meses, os cultos passaram a ser transmitidos, diariamente, através do Canal da IEADVIL no Youtube, sempre com início às 19h.

Exceto a programação para as crianças e adolescentes, que são realizadas aos sábados, às 9h da manhã e às 15h, respectivamente. No domingo, às 9h da manhã, também tem transmissão ao vivo da Escola Bíblica Dominical. O trabalho online é feito para atender, principalmente, àqueles que fazem parte do grupo de risco e que ainda não podem frequentar os trabalhos presenciais devido à pandemia do covid-19. Em média, seis mil pessoas são alcançadas pelas transmissões.

“Superando barreiras, desafiando análises, enfrentando obstáculos. Mesmo após 109 anos, A Assembleia de Deus continua em franco progresso, atravessando décadas para levar as boas-novas de Jesus Cristo aos perdidos. Sabemos que, desde que se acendeu a tocha do pentecostalismo no Brasil através desta instituição, a Santa Luz do Evangelho tem se irradiado pelos mais remotos rincões deste país. A nossa esperança é de que ela jamais se apague”, finaliza o pastor presidente da IEADVIL.