A Secretaria de Agricultura e Pesca de Belmonte, em parceria com o SENAR e Sindicato dos Produtores Rurais de Belmonte prom o segundo curso de “Doma Racional de Muares”

O curso foi realizado de 07 a 11 de Agosto na Fazenda Engenho do Camilo, propriedade do Sr. João Medonho, conduzido por Zé da Garota, domador há mais de 35 anos e instrutor do SENAR há quase 06 anos, profissional com larga experiência em doma animal, sendo hoje no Brasil uma referência em Doma Racional.

Utilizar técnicas de manejo adequadas, dispensando o uso da força, para tornar cavalos e burros que nunca foram montados em animais dóceis é a base do curso de doma racional de Equinos e Muares. Estudos mostram que animais ao receberem este treinamento tem uma vida maior e mais saudável. Várias técnicas são aprendidas pelos participantes durante o curso, como abordagem, onde o aluno aprende a ganhar a confiança do animal e se aproximar sem medo, ainda vivenciaram o contato direto e a técnica de tirar a sensibilidade, utilizada para amansar o animal.

Os animais obtêm uma enorme resistência a doenças, fungos e bactérias, pois toda a vida do animal sofre consequência na doma. Se mal feita, pode trazer sérios problemas, podendo ocasionar diversos danos em qualquer animal. “Na doma racional o domador conquista a confiança do animal, trabalhamos com carinho, paciência e usamos técnicas para tirar o medo que o animal tem das pessoas, adquirindo assim sua confiança” Zé da Garota.

O Secretário de Agricultura de Belmonte, Francisco Lopes, destacou a qualidade do curso, que durante 05 (cinco) dias permitiu aos participantes observar e aprender várias técnicas. Os animais rústicos e bravos que iniciaram o curso foram domados, atendem a comandos, deitam e permitem ser montados. “O Prefeito Janival Borges tem nos dado todo o apoio, através da Secretaria de Agricultura e da ótima parceria com o SENAR e o Sindicato Rural conseguimos vários cursos e eles já estão sendo executados. Esta é uma etapa do nosso plano de levar qualificação para o homem do campo, principalmente os jovens que precisam se encontrar no mercado de trabalho para que nossa Belmonte avance cada vez mais”.

Ainda segundo o secretário estes são cursos que beneficiam vários segmentos, tais como, Pecuária, Agricultura Familiar, Piscicultura, Apicultura, Cultivo de Especiarias, Cacauicultura, entre outros.