A cidade de Belmonte comemora no dia, 23 de maio seu aniversário de 127 anos de emancipação política. Tá aí um lugar que pouca gente conhece e que vale a visita. A maioria das pessoas que vão a Porto Seguro e redondezas só gostam de visitar os picos que estão ao sul e esquecem que o norte também existe... O lado bom  é que aqui o crowd não existe, e é possível passear por quilômetros e quilômetros de praia sem ver ninguém fazendo farofa.
A cidade tem esse nome em homenagem a cidade onde nasceu Pedro Álvares Cabral, a Belmonte de  Portugal.
Aqui existem bonitos casarões do período colonial. Na época em que a economia cacaueira  ia de vento em popa e os barões do cacau estavam cheios de moral, foram construídas enormes mansões na cidade.
Com a mudança do curso do rio, o mar recuou quase 2 km, e com isso aconteceu um negócio engraçado.
O farol que era na beira da praia, hoje se encontra no meio da cidade. Por isso, se você se espantar em encontrar um farol no meio da cidade, não pense que o cara que colocou ele ali era burro.
Esse farol foi encomendado na França em 1892. Diz a lenda que o farol era para ser entregue na Belmonte de Portugal, mas o comandante do navio goiabou  entregou na Belmonte errada, e por aqui ficou até hoje. Mas como lenda é lenda, a história oficial desmente esse fato.
Se você estiver pelas redondezas da Costa do Descobrimento, não se esqueça  de dar aquele pulinho em Belmonte.