A Biofábrica deu início ao preparo de uma nova área em seu jardim clonal de cacaueiro para a inserção dos novos clones - Cepec 2204 e Cepec 2176 - lançados pela Comissão Executiva da Lavoura Cacaueira (Ceplac), que serão reproduzidos em larga escala por meio de enxertia e miniestaqueamento.

Enxertia é uma forma de multiplicação com a união dos tecidos de duas plantas, cujos benefícios vão da formação de raiz pivotante a uma maior velocidade de desenvolvimento em campo.

Já o miniestaqueamento ocorre com o aproveitamento do potencial juvenil de propágulos para indução do enraizamento, e sua vantagem é a precocidade desse enraizamento. Outra vantagem é que leva menos tempo para ir para o campo e pro um aumento na hegemoneidade das características agronômicas da planta.

De acordo com a responsável técnica da Biofábrica, Kaleandra Sena, os métodos de multiplicação atenderão à demanda existente entre os produtores e agricultores. “Com a chegada do Cepec 2204 e do Cepec 2271, a Biofábrica passa a conter, em seu portfólio, 12 clones chamados ‘elites’”, diz.

“A cacauicultura ganha uma relevante diversidade genética proporcionada pela Ceplac, que se esmera em produzir para a comunidade cacaueira o que há de melhor em melhoramento genético do cacau. Ela é uma referência mundial no assunto e tem na Biofábrica, por meio do Governo da Bahia, uma importante parceira para reproduzir seus materiais genéticos em larga escala e com tecnologia de ponta”, destaca o diretor-geral da Biofábrica, Lanns Almeida.

Características

Dentre as caraterísticas do clone Cepec 2176 está a produção superior, nos ensaios, ao BN 34, CCN 51, CP 49 e PH 16, além de baixa incidência de vassoura de almofada (NVA). Já o Cepec 2204 possui potencial de resistência à monilíase, doença causada pelo fungo Moniliophthora roreri.

“Embora com produção menor (ele foi avaliado por menos anos que o clone 2176), o Cepec 2204 tem no seu pedigree um clone resistente à monilíase e, portanto, pode ter, mas ainda não se pode afirmar, resistência à monilíase”, explica o pesquisador coordenador do projeto dos novos materiais, Uilson Lopes. Uilson destaca ainda que outra característica importante do Cepec 2204 é o fruto grande e de casca fina.