Existem grandes possibilidades de o município de Eunápolis vir a ter quatro candidatos a dep. estadual, com diferentes apoios de lideranças políticas locais.

Essa é a primeira vez que isso deve acontecer no cenário político eunapolitano. Nas eleições anteriores, o quadro era outro.  O eleitor tinha um leque de candidatos de fora, com poucas opções de votar em deados da região.

Hoje, o quadro é outro. Pelo visto, cinco nomes genuinamente regionais estarão disando uma vaga para a Assembleia Legislativa.

O prefeito Robério Oliveira estará lançando a sua filha Larissa Oliveira, o grupo do ex-prefeito Paulo Dapé, deve lançar Cordélia Torres; o ex-prefeito Neto Guerrieri apoiará a reeleição do dep. estadual Jânio Natal. E, representando o agronegócio, surge a candidatura de Pedro Vaillant. O grande mistério é a candidatura do jovem Neto Carletto, que abriu mãos da campanha para dep. federal, e se lança agora como estadual.

O que não está claro com relação à candidatura de Neto, é se ele também vai fazer campanha nos municípios de Eunápolis e Porto Seguro, redutos de Robério.

 Fonte: A Gazeta Bahia