Cansados da situação, na manhã desta quinta-feira os servidores da educação decidiram reagir mais uma vez de forma mais ostensiva.
Calcula-se que cerca de 200 servidores aderiram ao protesto pelas ruas da cidade, com cartazes, apitos e faixas de protesto. Fizeram manifestações em frente a Prefeitura. Um dos objetivos foi a situação referente aos salários dos servidores seja normalizada.
 
SEM RESPOSTA
 
Informações de pessoas ligadas ao movimento dão conta de que o prefeito exibe sinais de esgotamento, pela inexistência de respostas convincentes do ponto de vista dos servidores, que têm usado como exemplos cidades vizinhas que vêm mantendo em dia o pagamento do funcionalismo.
 
 
Até o fechamento desta matéria a Secretaria de Educação do município não emitiu qualquer opinião sobre a paralisação dos servidores, e espera o posicionamento do Prefeito Janival e do setor jurídico do município.