Após semanas de trabalhos do secretário de Governo Isan Nascimento Botelho com a interferência do deado federal Ronaldo Carletto (PP), junto aos órgãos federais em Brasilia – DF, a Prefeitura de Itapebi, extremo sul baiano, conseguiu renegociar dívidas junto ao Governo Federal. Com isso, o Município fica adimplente no Cadastro Único de Convênios (CAUC), o chamado ‘Serasa das prefeituras’, podendo acessar recursos federais e fazer convênios com a União.

O Município ficou inadimplente com a União especificamente com a Caixa Econômica Federal (CEF), por falta de repasse e pagamentos referente aos empréstimos consignados da administração do ex-prefeito Francisco Antônio de Brito Filho.

O secretário de Governo, Doutor Isan Botelho, esteve todo o tempo em gabinetes para conseguir através do despacho do Desembargador Jirair Aran Meguerian do TRIBUNAL REGIONAL FEDERAL DA 1ª REGIÃO acordo para a renegociação do montante conseguido através deado federal Ronaldo Carletto (PP), vai possibilitar, inclusive, o desbloqueio de recursos na ordem de mais de 5 milhões, provenientes de um contrato entre o governo e a Caixa Econômica Federal. Os recursos, segundo o governo, serão aplicados na pavimentação de vias, assim como a retomada de obras de casa populares que infelizmente estão paralisadas no município de Itapebi.


Imagem: ItapebiAcontece




 
Conforme informou ao Itapebicontece o secretário de Governo Isan Nascimento Botelho falou das dificuldades para conseguir resolver o impasse.

Foto: Arquivo ItapebiAcontece




 “Com relação à dívida da caixa não houve negociação, a gente conseguiu em 2017 uma liminar para retirar o nome, mas por um equívoco a caixa não tinha sido cadastrado como de da ação , dai a gente vem há tempos peticionando , mas até semana passada não tinha sido cu mprida. Como o Deado Ronaldo Carletto conseguiu disponibilizar já para esses meses, 2 milhões em recurso extra orçamentário, a gente precisava do nome limpo imediatamente. Daí a peregrinação em Brasília. Primeiro pra conseguir a inserção da caixa no sistema do judiciário e a reiteração da decisão. A gente conseguiu a decisão, mas aí tinha a labuta pra conseguir o cumprimento da liminar pela caixa. Primeiro tivemos que mobilizar toda a máquina judiciária, Ofical de justiça e servidores.  Depois mobilizar diversos setores da caixa , indo de órgão e órgão porque um determina, outro analisa e outro  cumpre/executa. Ou seja, uma burocracia e nós não tínhamos tempo pra isso, daí o corre corre, trabalho de paciência e esperar ...
O gabinete nos ajudou bastante,  o empenho do prefeito “Peba”, Romildo, Marivania e Pedro”. Detalhou o Secretário Isan Botelho.


Foto: Arquivo ItapebiAcontece


 
De acordo com o prefeito Juarez Oliveira “PEBA” (PP), a inadimplência trazia uma série de prejuízos ao município, como dificuldades para receber recursos e realizar obras. Parte da dívida já foi paga e outra parte será quitada em parcelas.

 
“Isso abre as portas para que a gente possa realmente fazer convênios, captar recursos nas transferências voluntárias junto ao governo federal, emendas parlamentares, para realmente financiar vários projetos em Itapebi”, destacou.