A capital baiana deve receber quase 500 mil turistas durante o Festival Virada Salvador 2020, que acontecerá entre os dias 28 de dezembro e 1° de janeiro, na orla da Boca do Rio. O número representa acréscimo de cerca de 10% em relação aos visitantes que estiveram na cidade no mesmo período do ano passado. Deste montante, 238.195 pessoas são provenientes do interior da Bahia, 181.164 de outros estados brasileiros e 47.633 de diversos países.

Os dados são da Secretaria Municipal de Cultura e Turismo (Secult) e foram baseados na projeção de 92% da taxa de ocupação hoteleira durante os cinco dias de festival.

No dia da virada (31/12), a Secult estima uma taxa média de ocupação de 96%, com variação positiva de aproximadamente 2,5% na comparação com o último dia do ano de 2018, quando foi contabilizada uma taxa média de ocupação de 93,68%.

Já a estimativa do gasto médio de cada turista é de R$ 872,05 ao longo dos cinco dias de festa, aplicados em alimentação (35%), transporte na cidade (28%), compras (18%), hospedagem (14%), espetáculos em geral (5%), guias e excursões (2%). Isso representará uma movimentação de R$ 407,2 milhões na economia de Salvador, sem contar a receita gerada pelos soteropolitanos.

Atrações

Lançado na quarta-feira (6/11) em São Paulo, o Festival Virada Salvador terá mais de 70 horas de música e estimativa de público de dois milhões de pessoas nos cinco dias de evento que acontecerão ao lado do novo Centro de Convenções, que está sendo construído na Boca do Rio.

Entre os nomes já confirmados estão Iza, Claudia Leitte, Vintage Culture, Bell, Matheus & Kauan, Saia Rodada, Durval, Paralamas, Anitta, Luan Santana, Simone e Simaria, La Furia, Igor Kannário, Harmonia, Alok, Gusttavo Lima, Wesley Safadão, Psirico, Lincoln & Duas Medidas, Denis DJ, Léo Santana, Ivete (que mais uma vez fará a contagem regressiva), Jorge e & Mateus, Xand Avião, Saulo e Daniela Mercury.

O festival terá ainda com o uso de drones, roda-gigante, tirolesa, vila gastronômica e feira criativa com produtos típicos da Bahia.