As novas placas padrão Mercosul devem começar a ser implantadas no começo de dezembro em todos os estados brasileiros, com exceção do Rio de Janeiro, que já disponibiliza o modelo desde setembro deste ano.

A decisão, adotada pelo Conselho Nacional de Trânsito (Contran), será obrigatória para veículos novos e para carros de processo de transferência de município ou de propriedade, ou quando houver a necessidade de substituição das placas. De acordo com o Contran, até 31 de dezembro de 2023 todos os veículos nacionais deverão estar rodando com a nova identificação.

O objetivo é inibir crimes transnacionais. O novo modelo é considerado mais seguro e eficiente no combate à clonagem de placas.
 

Como será a nova placa

mercosuld1As novas placas são revestidas com película retrorreflexiva e têm fundo branco com margem superior azul. Além de estampar a bandeira brasileira com o símbolo do Mercosul, o novo modelo apresenta sete caracteres alfanuméricos e também o Quick Response Code (QRCode) e número de ID único, para coibir fraudes e substituir o lacre, além do brasão do município.

Além disso,  os novos modelos serão divididos por cores e de acordo com categorias. Dessa forma, os veículos particulares vão ser na cor preta. Os de utilização comercial, como de auto escolas, na cor vermelha. Os veículos oficiais vão ser na cor azul, os especiais verdes, os diplomáticos amarelos e os prateados para colecionadores