O Tribunal de Contas da União (TCU) tem até o dia cinco de julho, ou seja, daqui a um mês para encaminhar à Justiça Eleitoral e ao Ministério Público Eleitoral a lista atualizada dos responsáveis com contas julgadas irregulares para fins eleitorais.
 
Na base de  dados do TCU é possível ter acesso aos nomes por unidade da Federação. E não se enganem, os julgamentos têm ocorrido normalmente apesar das medidas de isolamento social adotadas para preservar a saúde dos ministros por conta da pandemia do novo coronavírus (covid-19) no Brasil.