A falta de representatividade feminina atinge as câmaras municipais, principalmente das capitais do país. No caso das mulheres negras a diferença é ainda mais acentuada, elas não ocupam na mesma proporção os espaços institucionais da vida política nacional.
 
As mulheres, especialmente as mulheres negras, entendem que é urgente ocupar lugares de poder nessa esfera, pois acreditam que as propostas de coletividade geralmente não vêm de dentro dos partidos, mas sim de atitudes que elas, mulheres negras têm para a sociedade.
 
O contexto local é desafiador, e por isso também empolga as pré-candidatas: na Câmara Municipal de Belmonte das 11 cadeiras apenas 01 é ocupada por uma mulher e uma mulher negra: Flordinalva Alcântara dos Santos conhecida como Nalva. E será justamente ela o nosso destaque dessa semana sobre a representatividade feminina no cenário político.
 
Moradora do Distrito de Santa Maria Eterna, com 74 anos de idade a vereadora irá para mais uma tentativa de reeleição. Estrategista, experiente e super conhecedora do cenário político local ela também optou em apoiar a legenda do pré-candidato Iêdo Elias.
 
Conhecida como a “Mandatária de Santa Maria Eterna” e não é pra tanto afinal ela esta no seu sexto mandato, isso mesmo, a quase 25 anos ela se mantém atuante e invencível nas disas eleitorais no município.  Apesar de não ter nascido aqui em Belmonte a vereadora já recebeu Título de Cidadã Belmontense em reconhecimento aos trabalhos prestados a comunidade e sem dúvida é referência e estímulo para as mulheres, em especial as negras que pretendem engajarem na vida pública.
 
Apesar das dificuldades frente à resistência social e cultural, a mulher tem conquistado maior espaço inclusive nas esferas políticas e estas tendem a crescer principalmente com ações de novas vereadoras que poderão integrar a Câmara Municipal de Belmonte. Espera-se que esse importante papel seja exemplo da sua capacidade, rompendo as barreiras existentes e permitindo que mais mulheres se interessem pela vida política e ganhem mais o apoio da população.